My Hero - Forever and Ever

8.1.16

Quem me conhece sabe que o meu cantor favorito, apesar de difícil escolha, sempre foi e sempre será David Bowie. Sabendo disso, é estranho entrar na categoria "Música" do blog e não se deparar com nenhuma postagem sobre ele.
A verdade é que eu sempre tive em mente fazer um huge post sobre o Bowie, relatando boa parte da sua vida e obra, e todas as coisas que eu acho que merecem ser destacas. Mas simplesmente eu não sentia que era o momento certo para isso. Sabe quando a coisa não flui? Pois é...
Mas no final de 2015, quando o Bowie anunciou que lançaria um novo álbum - o último da sua carreira, eu pensei que era chegada a hora de homenageá-lo.
Hoje, dia 08 de janeiro de 2016, é o lançamento oficial do último álbum da carreira do Bowie, intitulado Blackstar. E, também, aniversário de 69 anos dele. Existe dia mais adequeado do que esse para fazer essa postagem?

QUEM É DAVID BOWIE?
David Robert Jones é músico, ator e produtor musical oriundo da Inglaterra. Por vezes referido como "Camaleão" pela capacidade de sempre se reinventar, tem sido uma importante figura na música há cinco décadas e é considerado um dos músicos mais inovadores e ainda influentes de todos os tempos, sobretudo por seu trabalho nas décadas de 1970 e 1980, além de ser distinguido por um vocal característico e pela profundidade intelectual de sua obra.
Em 69 anos de vida, Bowie é um dos pouquíssimos artistas que conseguiu influenciar tantas gerações (influencia até hoje) e consegue manter sua popularidade tão viva em vida (sim, porque a maioria dos grandes artistas, depois de um tempo, só são lembrados como lendas quando morrem).
Toda sua experimentação visual e androginia também inspiraram a vida de muitas pessoas, além do mundo da moda e, inclusive, as discussões de gênero e sexualidade até hoje.

ALTER-EGOs
Uma das maiores características de Bowie é que ele, ao longo da carreira, criou personas para acompanhar vários de seus álbuns. Não sabe o que é isso? Aposto que você já viu alguém com um raio vermelho pintado no rosto (a Lady Gaga é um exemplo de alguém que fez isso). Criação dela? Jamais! É uma das mais famosas personas de Bowie, o Ziggy Stardust.
Mas vamos por partes...
A primeira persona criada por Bowie foi o astronauta Major Tom, que foi para o espaço e nunca mais voltou à Terra. Ele é tema da música Space Oddity, do álbum de mesmo nome, lançado em 1969.
A segunda persona é o já citado Ziggy Stardust, um alienígena rockstar que vivia à base dos excessos do mundo humano, promíscuo sexualmente e abusivo no uso de drogas, mas que levava uma mensagem de paz e esperança ao mundo. Ele acompanha o álbum The Rise and The Fall of Ziggy Stardust, e é destruído pelos consumos que faz (Bowie fez o suicídio artístico dessa persona num show no London's Hammersmith Odeon Theatre, em 1973).
Alladin Sane é tema de uma das capas de álbuns mais famosas de todos os tempos, e representa a persona de Ziggy nos Estados Unidos, pois foi com esse álbum que Bowie se popularizou por lá.
Depois de Halloween Jack, uma persona que acompanhou a pegada punk de Bowie no álbum Diamond Dogs, veio uma das minhas personas preferidas: o Thin White Duke.
Duke era um homem extremamente branco, vestido com camisa branca, calças pretas e colete. Segundo Bowie, ele representava “um aristocrata demente”, “um zumbi amoral” e “um super-homem ariano sem emoção”. O Duke coincidiu com uma fase em que Bowie se afundou no vício em cocaína e o Duke acabou se transformando no seu próprio monstro.
O Duke foi a última persona de Bowie, que passou apenas a modificar sua aparência, mas sem alter egos, com um foco maior na exploração de novas sonoridades e tendências musicais.

A TRILOGIA DE BERLIM
Bowie se mudou para Berlim em 1976 - momento da sua vida em que estava viciado em cocaína, o que acabou contribuindo e influenciando o que seria a chamada "Trilogia de Berlim": Os 3 álbuns lançados com a colaboração de ninguém menos que Brian Eno. Nessa época, Bowie divia um apartamento com Iggy Pop (!!!), que lançou seu primeiro álbum solo nesse ano, com a contribuição de Bowie.
Os 3 álbuns são: Low, Heroes e Lodger. Recomendo os 3, dando destaque ao Heroes, com a canção de mesmo nome, que é a minha preferida do Bowie.

MELHORES ÁLBUNS, por Maiti
Hunky Dory (1971)
The Rise and the Fall of Ziggy Stardust (1972)
Aladdin Sane (1973)
Diamond Dogs (1974)
Young Americans (1975)
Station to Station (1976)
Heroes (1977)
Lodger (1979)
Christiane F. OST (1981)
The Next Day (2013)
Blackstar (2016)

POR QUE TANTA ADMIRAÇÃO?
Eu geralmente não gosto muito quando um artista muda completamente de estilo. Não sou fã da pessoa, e sim do trabalho dela, então não é tudo que um artista que eu gosto faz que eu vá gostar também. Inclusive, nunca aconteceu de eu curtir uma mudança de estilo dessas, mas não teve uma mudança sequer do Bowie que eu não tenha adorado. Eu amo tudo o que ele faz e acho incrível a capacidade que ele tem de sempre se reinventar e criar coisas profundas e geniais. Não são apenas músicas. Tem todo um processo por trás de cada uma, e cada canção é lapidada de forma única. Seus álbuns não são apenas o processo de compôr e gravar no estúdio, são muito além disso. Cada disco é totalmente conceitual, com canções amarradas entre si e que sempre tratam de uma temática profunda de alguma forma.
Ele não produz músicas comerciais. Ele ama e dá vida a música em si, como forma de expressão artística, sem se preocupar com a indústria, e é isso que o torna tão genial. Vide seu último álbum, Blackstar.

 
Como bônus, deixo aqui o site oficial do Bowie, que está totalmente reformulado com todos os seus álbuns e todos os vídeo clipes lançados. Coisa mais linda de se ver:
Comentários
1 Comentários

1 comentários:

Gabriela CZ disse... Responder

Bowie! <3 Assim como você também sou mais de admirar um artista por seu trabalho do que pela pessoa em si, Maiti. E uma das coisas que acho brilhantes no David Bowie é que ele permite isso, são suas músicas e todos os conceitos por trás que realmente importam. Ele faz a genuína arte. Arrasou no post!
E feliz Ano Novo!

Beijos!
http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Evite comentários Ctrl+C Ctrl+V, pois os mesmos não serão respondidos. Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa retribuir a visita! :)

 
© Ultraviolence - 2014. Todos os direitos reservados.
"Listen to the silence, let it ring on."
imagem-logo