P/ Gamers: Valiant Hearts - The Great War

3.5.15

1914, primeira guerra mundial. A França e a Alemanha estão em completo caos, recrutando pessoas inocentes para serem soldados de uma guerra que não era deles. Pessoas que deixaram a família, os empregos, a vida que tinham... para morrer, na maioria dos casos.
Em meio a esse cenário de destruição, você começa jogando com Emile, um francês que morava com a filha, o genro e o neto numa fazenda e vivia uma vida pacata. Ele fora recrutado pelo exército francês e, sem escolhas, deixou tudo para trás. Logo, seu genro, Karl, também fora convocado, mas dessa vez pelo exército alemão, deixando sua mulher e seu filho, ainda bebê.
Tão logo parte para a guerra, Emile é salvo por um cachorrinho que vai ser um aliado durante toda a jornada. E também conhece Freddie, um americano que procura vingança contra o temido Barão Von Dorf, da Alemanha. Você também vai jogar com Freddie.
O destino faz com que esses cavalheiros, em algum momento, se cruzem com Anna, uma voluntária de enfermagem que entra na guerra para descobrir o paradeiro de seu pai: um cientista capturado pelo Barão citado.
Valiant Hearts, de forma muito melancólica, aproxima o jogador da história e da vida dos personagens, e você se envolve na trama de uma maneira em que fica o tempo todo torcendo para que tudo acabe bem.

Quanto a jogabilidade, o game é recheado de puzzles, ou seja, quebra-cabeças. Você sempre se encontra num cenário onde tem que puxar uma alavanca ali, mover uma engrenagem aqui e ver no que dá. É muito interessante usar o raciocínio dessa forma, e você sempre pode contar com dicas para desmistificar os cenários.
Mas o jogo não é só puzzles. Você também precisa fugir, atirar, plantar bombas e, o mais importante de tudo, sobreviver.
Os gráficos são de um dos estilos que eu mais gosto: Essa coisa que parece desenhada a mão, totalmente em 2D. Totalmente indie.
Uma das coisas que eu mais achei interessante no jogo é o fato de que, apesar da história principal ser fictícia, eles nos mostram o tempo todo fatos verídicos que aconteceram durante esse período, incluindo fotos reais das pessoas e das guerras.
Eu recomendo muito esse jogo para quem está a fim de se envolver numa linda história sem se importar tanto com efeitos de imagem e cabeças explodindo (pelo fato de ser uma guerra). Vou até repetir uma observação que eu li no Arkade e achei completamente digna:
Se você entende que videogames podem ser obras de arte capazes de contar belas histórias e mexer com nossas emoções, então com certeza precisa dar uma chance para este jogo. Melancólico, bonito e educativo, Valiant Hearts presta uma bela homenagem aos 100 anos da Primeira Guerra, e é capaz de fazer muito marmanjo chorar.
Aqui vai o teaser para quem ficou interessado. Ele está em inglês, mas o jogo tem sua versão toda em português.



Valiant Hearts está a venda na Steam, e estava por R$ 8,50 na última vez que eu vi.
E aí, vai dar uma chance? O War Dog agradece ;)

Maiti.
Comentários
1 Comentários

1 comentários:

Gabriela CZ disse... Responder

Que demais esse jogo, Maiti! Achei super interessante por ter uma história emocionante e ainda ser educativo. Se eu tivesse oportunidade certamente jogaria. Ótimo post.

Abraço!
http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Evite comentários Ctrl+C Ctrl+V, pois os mesmos não serão respondidos. Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa retribuir a visita! :)

 
© Ultraviolence - 2014. Todos os direitos reservados.
"Listen to the silence, let it ring on."
imagem-logo