Aqueles Dias

12.4.12

Sabe aqueles dias que o despertador toca e você o desliga com ódio... E então você olha para o teto do seu quarto, com os olhos ainda semicerrados, e tem uma vontade imensa de quebrar uma perna, ou as duas, só para não ter que levantar da cama?

Pois é. Estou fazendo este post porque uma amiga minha disse que acordou assim hoje e pressentia que talvez o dia não fosse ser muito bom. E sabe do pior? Quando nós acordamos com o pé esquerdo desse jeito, parece que ficamos cheios de vibrações negativas ao nosso redor e eis que o dia realmente fica muito ruim.
Não vou começar com aqueles discursos hipócritas de "sorria, seja feliz, pense que o dia vai ser bom e chute o mau humor" porque nós sabemos muito bem que as coisas não funcionam assim. Ninguém está feliz 100% do tempo e forçar isso só vai funcionar para causar uma falsa impressão de que você está bem. Mas que se dane as impressões. Elas são falsas. O que importa é você mesmo.
O que eu faço em dias como esse: Eu escuto músicas que me acalmam (mesmo que elas sejam meio deprê). Eu procuro escrever para expressar o que eu estou sentindo e toco violão. E eu procuro fazer coisas que façam eu me sentir melhor.
Esse é o meu conselho para dias desanimados assim: Ouça uma música, faça coisas que te façam se sentir melhor, por mais idiota ou inútil que essa "coisa" seja. E se chorar vai te fazer ficar melhor, então chore. Chore, xingue, se expresse! Só não se corte porque os estragos podem ser maiores... O.o
É um conselho que com certeza muitos psicólogos desaprovariam, mas eu só acho que tapar o sol com a peneira não adianta nada.
O esquema é ficar bem no final das contas. E continuar a viver. :)

Penny Lane.
Comentários
6 Comentários

6 comentários:

Marcelle Monteiro disse... Responder

Sei bem como é a coisa do despertador. E sério essa coisa de as pessoas dizerem pra tentar esquecer e ser feliz, às vezes, me incomoda. Eu não consigo mentir ser feliz a todo o tempo, e de manhã fico menos feliz ainda porque tenho que acordo mesmo sem querer, e pior tenho que me arrumar. Não importa como estou tenho que levantar e ponto, e ter que sorrir pode ser insuportável. E pior naquele dia em que eu acordo já infeliz, por medo de nem sei o que, nunca sei...
http://mundrose.blogspot.com.br/

Jeniffer Yara disse... Responder

Putz, em dias assim, quando acordo de mal humor, com o pé esquerdo como dizem, eu tenho uma baita desconfiança em sair de casa e fazer o que tenho que fazer, normalmente meus instintos estão certos e procuro nem sair de casa.rs
Mas basicamente faço o mesmo que você também em dias assim, ouço muito música, bem agitadas, pra tirar a raiva ou alguma chateação que eu venha tendo, depois coloco músicas calmas, vejo séries, filmes, se tiver com pique, leio alguma coisa, não sei tocar violão (infelizmente),então não posso fazer isso :/ rs Mas enfim, são boas coisas a se fazer sim ;]

Beijos
Meu outro lado

Biia Rodrigues disse... Responder

Quando eu acordo assim, sempre acaba acontecendo algo de ruim no meu dia e me deixa pior, sabe o que eu faço? Com pro as obrigaçoes diarias e volto pra cama... Me tranco no quarto e espero o dia acabar, afinal la dentro parece que eu estou segura do mundo sabe, afinal o pior que pode acontecer e eu cair da cama ou me enroscar no carregador do notebook. Mais uma coisa é certa, aquelas musicas meio depre, sempre farão parte desse dia, não importa o que seja feito, elas estarão juntas.

Beeijo dona Mah, saudade de ti ;p

Lola Mantovani disse... Responder

eu acordo assim todo dia em que tem aula, as vezes me da vontade de se jogar no chão e falar pra minha mãe que foi uma daquelas minhas quedas diárias, mais ai eu penso em tudo de bom que pode ser meu dia e ai eu apelo pra musica que me dar "forças" ai fica tudo bem
amei o post
beijos
lolamantovani.tk

Desconstruindo as palavras disse... Responder

Nuss sei bem como é isso.
Me sinto assim sempre que sofro uma decepção amorosa por exemplo :( não dá vontade de sair da cama.
http://desconstruindoaspalavras.blogspot.com.br/

Malena disse... Responder

Amei o post, simplesmente me descreveu, ou melhor, descreveu todas as garotas que precisam passar por isso! Seu modo de deixar descontraído toda a depressão desses dias me fez refletir para não ser rígida comigo mesma ><
Obrigada vc pela visita e pelo comentário perfeito, já seguindo (óbvio*)

http://www.embalaco.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Evite comentários Ctrl+C Ctrl+V, pois os mesmos não serão respondidos. Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa retribuir a visita! :)

 
© Ultraviolence - 2014. Todos os direitos reservados.
"Listen to the silence, let it ring on."
imagem-logo