A Parte Ruim da Essência do Ser

21.5.13

Este post é de 2011, foi um dos primeiros do blog. Como ainda não tinha visualizações, resolvi repostar. ^^


Eu andei observando as pessoas esses dias, levando em consideração o caráter humano e cheguei a uma conclusão: A essência do ser humano é podre, em algumas partes.
Vou explicar melhor.
As pessoas têm uma tendência incrível de magoar-se mutuamente quando está tudo bem. Isso é ridículo. Por que querer machucar alguém intencionalmente sendo que não iremos ganhar nada em troca? Talvez iremos ganhar o prazer mesquinho de ver o outro infeliz. Mas isso é bom? Desfrutar da infelicidade alheia? Para o ser humano sim. E não existe exceção, pois eu, você e qualquer em que faça parte da raça humana já fez isso, mesmo que imperceptivelmente.
Por exemplo, quando tentamos fazer ciúmes para o nosso parceiro ou parceira, não é a nossa intenção magoá-lo(a), afinal de contas, é a pessoa que nós amamos. A intenção, na verdade, é comprovar para nós mesmos que somos amados pelo outro. Mas ao fazer isso, a outra pessoa se sente mal. Eu falo por experiência própria: Já estive do papel de quem quis fazer ciúmes e já fui atingida por isso muitas vezes. O pior é que essa história se repete todo dia, com muitos casais e com os mesmos casais. Nós erramos, erramos e insistimos no erro. Coisa de idiota.
Essa história dos casais foi só um exemplo do que eu estava querendo dizer quanto a questão de machucar uns aos outros.
E quanto a inveja?
Ela pode estar adormecida dentro de nós, mas algum dia teremos inveja de alguém, nem que seja um pouquinho. Um sentimento horrível e incontrolável.
Outra coisa horrível que está presente na essência do ser é a vontade que as pessoas têm de magoar ou provocar os outros para provar para as pessoas e para si mesmas que são melhores. Por que isso? Todos estamos fartos de saber que não existe ninguém melhor que ninguém e, se existisse, esse "ser master supremo" com certeza viveria num plano superior, separado dos outros "pobres mortais".
Outro tópico importante que percebi enquanto eu analisava todas essas coisas foi a traição. Isso, graças à Deus eu não vivenciei e espero nunca vivenciar, então o que vou dizer é por observações e não por experiência pessoal. Mas não é necessário experiência para saber que a traição é uma das maiores formas de falta de respeito que uma pessoa pode ter com a outra. Isso num casal, numa família, entre amigos, enfim. E pior: Traições só acontecem entre pessoas próximas, que têm um certo nível de afeição. Como é possível? Pessoas que supostamente se amam e se magoam desse jeito... Está vendo como a essência do ser humano é suja?
Agora, se pararmos para pensar, os animais têm esses sentimentos?
As plantas têm?
Os seres vivos, com exceção da raça humana, têm?
Isso porque eu não considerei as barbaridades físicas que alguns conseguem fazer, como matar, decaptar, estuprar, judiar, bater, etc... Só estou levando a parte sentimental da coisa. Senão, esse post ficaria muito maior.

E depois ainda dizem que a raça humana é a raça superior...
... uma raça com tanta sujeira e tanta podridão jamais pode ser considerada superior. Animais irracionais muitas vezes são mais inteligentes do que nós, racionais.

Será que não é o ser humano o animal irracional?
Comentários
8 Comentários

8 comentários:

Larissa disse... Responder

Com esse pensamento que parece já estar incrustado no psicológico, no ser humano em si, não acho que sejamos a raça superior, pelo contrário, penso que somos inferiores. Veja, animais, o cachorro, tão dócil e mesmo aqueles violentos, são como instintos. Nós temos pensamentos, podemos ponderar tudo, o certo e o errado e mesmo assim fazemos merdas várias vezes e repetindo os feitos, magoamos que amamos e etc. Estou de acordo com você. =/

Beijão, Lari.♥
Vitamina de Pimenta
@laricrazy_

Lola Mantovani disse... Responder

E tão estranho a gente se dizer superior aos outros animais e nunca fazer nada pra se destacar, hoje em dia as pessoas cometem atos que pareciam distantes á algum tempo atrás, acho que talvez superioridade esteja só na cabeça.
beijos

Lynn disse... Responder

muito lindo seu texto
uma ótima semana!
beijos
www.lynnkumoruna.com.br

Fer Dallan disse... Responder

Adorei o texto ♥.♥

Instagram: ferdallan
http://www.leferblog.com.br

Beatriz Almeida disse... Responder

Muito lindo o seu texto! Adorei o seu blog, o seu layout é perfeito e suas postagens bem criativas. Parabéns! SEGUINDO
Dá uma passadinha lá sou nova no mundo dos blogs kaka
http://g-arotaradioativa.blogspot.com.br/

Mariana Leal disse... Responder

Olá, passei apenas pra dizer que já estou te seguindo e voltarei aqui futuramente pra fazer comentários sobre os posts.
Seu blog é maravilhoso, convido você e suas leitoras a conhecer meu blog
http://toobege.blogspot.com.br/
Beijinhos

Thami disse... Responder

Adorei o texto! Fez muito bem em reposta-lo. E muitas das vezes exercemos essas partes ruins sem nem percebemos, sei muito bem como é isso. Quanto o ciúmes, também já estive no papel de quem quis fazer ciúmes e já fui atingida por isso muitas vezes também. E a inveja também. São partes ruins mas, não podemos evitar, as vezes sem perceber acontece, e depois do acontecimento é que percebemos o mal que causamos.

Xx
www.likeparadise.com.br

Jéssica Missias disse... Responder

Já estou te seguindo.

Adorei a sua visita, Obrigada por participar do meu Blog!

Já tem post novo no Blog!

Me visita?!
Quem me seguir sigo de volta, basta avisar nos comentários.

Meu twitter
Me siga no Twitter.

Blog Ousadia e Criatividade

Postar um comentário

Evite comentários Ctrl+C Ctrl+V, pois os mesmos não serão respondidos. Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa retribuir a visita! :)

 
© Ultraviolence - 2014. Todos os direitos reservados.
"Listen to the silence, let it ring on."
imagem-logo