Hora do Break

3.10.11

Fiquei hoje o dia inteiro estudando para duas provas que terei amanhã na faculdade. As duas são difíceis. O que mais me irrita é pensar que a gente poderia ter somente uma prova amanhã, a mais difícil, e a outra quinta-feira, se não fosse por uma garota idiota da minha sala que foi reclamar. Ela nunca fala nada na aula, e quando abre a boca é para falar merda. Claro que tive vontade de linchá-la, assim como o resto da sala. E o professor, que já é um mal-humorado nato, fez de tudo para ferrar a gente.

Enfim, entrei aqui agora para me distrair um pouco. Meu cérebro já está virando um verdadeiro Microprocessador de tanto que eu li sobre isso.

Queria comentar sobre algo que vi hoje. Eu estava esperando o ônibus para ir para casa, naquele sol infernal, e fiquei reparando nos carros que passavam com mães dirigindo, provavelmente buscando seus filhos na escola. As meninas, todas em torno de 12 anos, têm exatamente o mesmo estilo: A franja jogada, o cabelo repicado, com a parte superior mais curta do que a inferior, todas com cara de emburrada, fazendo o tipinho "I'm Bad".
AFF! Que coisa horrível!
Daí pensei que essa geração está ficando cada vez mais perdida. Quanta saudade dos meus anos 90, dos seriados normais sem duplo sentido, do Fantástico Mundo de Bob, do Mundo de Beackman, do Detonautas, do CPM 22, dos Raimundos, do moletom do Hard Rock Café, do Nirvana, das moedinhas de chocolate da Arcor, do Kinder Ovo custando 90 centavos, da minha coleção de Tazoos, do Bichinho Virtual... Que saudade de brincar de Barbie com a minha prima o dia inteiro. Saudade de ser criança. De não ter nenhuma pressa de crescer.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Evite comentários Ctrl+C Ctrl+V, pois os mesmos não serão respondidos. Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa retribuir a visita! :)

 
© Ultraviolence - 2014. Todos os direitos reservados.
"Listen to the silence, let it ring on."
imagem-logo